QUEM SOU

Esse Blogue surgiu no coração de DEUS para o meu coração , foi um presente na minha vida , digamos que em uma fase de muitas adversidades em que eu estava passando e que nunca estaria escrevendo ou pelo menos pensando na possibilidade. Ele abrange tantas coisas, as nossas dúvidas,anseios,medos,mas beleza física,espiritual,intelectual e interior,fala de amor,de paz,de dores,de retorno,de perdão,superação....
A todas as mulheres que pensam que são fracas ai é que se tornam fortes ,porque é nesse momento que DEUS entra em ação com uma nova proposta nova de vida. A todas o meu carinho como mãe,mulher,profissional,cristã,culinária,decoradora,ambientalista,artista...e acima de tudo uma mulher que foi chamada para a vida no grande intuito de ser em DEUS .... uma mulher resiliente ...
Sejam Bem Vindas(os)!!!

OBS: Todas as imagens postadas em meu blogger são extraídas da internet por favor,caso alguma tenha direitos autorais me avisem via e-mail e estarei retirando-as. marcilene_gomes@yahoo.com.br.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Solitários por si mesmos



A confusão e a desvirtuação de um namoro nunca foi tão clara e os relacionamentos nunca foram tão confusos, na realidade as pessoas não sabem nem ao menos o significado de namorar,conhecer o outro,se disponibilizar a viver um relacionamento sadio,seguro .Hoje o que mais existem são relacionamentos recicláveis,trocados,achados e perdidos,ou até mesmo o tal ficar.
A liberdade é enorme quando se fala desse assunto, o que, aliás, coisas que para a geração anterior era impensável, hoje tornou-se comum entre os homens e as mulheres.
Certo dia conheci alguém aparentemente " interessante""maduro" e "bem sucedido", conversamos muito e me pareceu uma pessoa centralizada, esta pessoa me adicionou nestes sites de rede social (diga-se de passagem foi criada para tal objetivo : ("RELACIONAMEN|TOS, profissionais,amorosos,familiares e afins ") ,lá pelas tantas assolaram chuvas de seduções e intimidades aponto de me sentir devassável perante tantas cantadas, o ter adicionado mais uma pessoa ao meu rol de amigos, não significa que eu esteja me  predispondo a ter um relacionamento além de uma amizade,a gente sabe que pode acontecer,mas a minha intenção não era essa.
Mas isso é comum, não precisa conhecer um ao outro de fato,basta um endereço de contato,um perfil que agrade e lá estarão eles(as),isso  para mim serveria somente para uma posterior amizade,mas para  o outro seria uma grande chance, a grande tentativa de um uso indevido de alguém,para uma finalidade tão previsível e comum. Foram alguns açoites verbais nas teclas de um computador,nunca foi tão fácil manter relacionamentos efervescentes,nunca se ouviu falar em tantas relações vazias e sem tantas chances verdadeiras.
Eu observo as pessoas,adoro olha-las, eu aprendo muito com elas e certa vez uma pessoa, veio conversar comigo, a respeito de suas confissões amorosas , ele estaria cogitando a possibilidade de namorar minha conhecida .(vamos chama-la assim),ele gostaria de ter alguém como ela para namorar,eu na minha opinião particular,acredito que dariam certo,se não fosse por algumas razões.
A complicação é quando este namoro passa do pressuposto de que ela já foi casada,se divorciou e tem filhos com o ex que também por sua vez já está casado e tem filhos com a atual mulher, é um emaranhado de confusões e desarranjos e arranjos familiares.
Eu sugeri que ele a esquecesse ,uma vez que ela ainda mantém a chama de uma relação esperançosa ,de um retorno com o seu ex marido, ela se mantém casta para viver um novo envolvimento, um novo namoro,nova perspectiva,nova fase.Prisioneira de si mesma, perdendo tempo e anos de sua vida (como se a vida fosse tão longa e ela não fosse envelhecer.) Não se permitindo ser amada,anos vivendo uma doença chamada solidão de si mesma,anos fechada ,anos sem se amar, eu acredito sim,que alguém que se porta desta forma jamais se amaria,ou jamais se valoriza como deveria ( Já perguntei para ela,até quando ela alimentaria isso?até quando ficaria a mercê desta situação?).
Observar o descaso do outro,a definição, a opção,ver a outra usando o que era " seu" e se manter mobilizada a não sair dessa situação por esperança,falta de amor próprio ou medo de se disponibilizar a viver um grande amor,isso é tortura própria, é congelar o seu eu, é viver em um outro planeta. Planeta este que eu chamaria de porto solidão de si mesmo
Mas assim como estes relacionamentos,existem tantos e tantos,existem os cegos de plantão,os apaixonados,os dedicados,os proteccionistas,os platónicos,os amigáveis,os cúmplices,os ajustados...
O amor relâmpago,passional,solitário....É uma onda de relacionamentos.
mas caso você esteja solitária(o) ,seja qual for o seu caso,eu sugiro muita insitência consigo mesmo,para que você saia deste ICEBERG sentimental, fuja  do caos notório e perceptível  de vida chamado solitários por si mesmos.Eu ainda acredito em homens e mulheres sadios,sérios,comprometidos com o reino,com a verdade,acredito sim qua ainda exista homens que queiram mulheres de verdade e vice-versa,que querem namorar de verdade.Que hoje tem séria dificuldades,por não acharem esse rol quase extinto, a pergunta é: Aonde eles andam,onde estão? mas não perca a esperança,sonhe,queira,lute,mas saia desse porto solidão de si mesmo,ouse, busque alguém para compartilhar com você  um namoro sincero,verdadeiro,sem barganhas,sem interesses egoístas,daqueles em que as mãos se encaixam,um namoro sadio,aonde você tenha um ombro amigo,uma afago,um afeto,um beijo molhado,um abraço apertado,um namoro aonde o amor de DEUS prevaleça, aonde haja disponibilidade para que os dois possam servir a DEUS, um namoro onde haja fidelidade,respeito,aonde um apoie o outro e que não haja emaranhado de confusões,mas hajam entrelaçamentos de um namoro com muito amor,dedicação e companheirismo.

TRADUTOR