QUEM SOU

Esse Blogue surgiu no coração de DEUS para o meu coração , foi um presente na minha vida , digamos que em uma fase de muitas adversidades em que eu estava passando e que nunca estaria escrevendo ou pelo menos pensando na possibilidade. Ele abrange tantas coisas, as nossas dúvidas,anseios,medos,mas beleza física,espiritual,intelectual e interior,fala de amor,de paz,de dores,de retorno,de perdão,superação....
A todas as mulheres que pensam que são fracas ai é que se tornam fortes ,porque é nesse momento que DEUS entra em ação com uma nova proposta nova de vida. A todas o meu carinho como mãe,mulher,profissional,cristã,culinária,decoradora,ambientalista,artista...e acima de tudo uma mulher que foi chamada para a vida no grande intuito de ser em DEUS .... uma mulher resiliente ...
Sejam Bem Vindas(os)!!!

OBS: Todas as imagens postadas em meu blogger são extraídas da internet por favor,caso alguma tenha direitos autorais me avisem via e-mail e estarei retirando-as. marcilene_gomes@yahoo.com.br.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

NA ALEGRIA DE VIVER

Em um país chamado vida,existia uma tal de alegria. ,ela adorava usar seus vestidos vermelhos ou saias florais longas e bem coloridas, para rodopiar no salão do jardim verde do tempo .
Ao ouvir o som de uma música  ,ela saia a dançar,pernas soltas a bailar ,cabelo ao  vento a realçar, em seu jeito gesticuloso e um tanto quanto extravagante,de vestido esvoaçante insistia em brilhar .
Em sua sandália bem alta ,caminhava toda faceira e  esbanjava charme em toda redondeza, não havia nada igual,de tamanha natureza,que beleza! A alegria é genial.
Leves gargalhadas,chamando para si toda atenção e aquele batom vermelho, com sorrisos em seus lábios que ninguém nunca viu.igual, a essa tal da alegria!Todos querem sua companhia .Que grande a alegria.
 Muitos  só a observavam,outros a  deixavam  passar ,a quem queriam toca-la e quem sabia alcança-la.
ah alegria,alegria ,de festa,de viver perambulando em vários momentos da vida.
Mas um dia a alegria esparrou na tristeza,que chorava de dor, ai como doía ,ela dizia.Estava lá ela,toda desbotada,aos farrapos,que agonia.
Em sua chinela rasteira,cabisbaixa,sem rumo e sem beira, muitos a apoiar , por que a grande maioria a possuía. Não havia risos,nem festas,nem sussurros,de tanto sofrer grande solidão.
A dona alegria não mediu esforços ,correu e abraçou a tristeza, a convidou para bailar e sorrir novamente, agarrou em sua mão fortemente e começou a dançar ,trocou as suas vestes de trapos em saias coloridas,penteou seus cabelos e lhe pôs umas fitas  e saíram juntas em busca da essência  ,chamada: Força de viver, para poder continuar a perambular , dançar,sorrir,saltar ,pedalar e pular  no país chamado vida,.na grande alegria de VIVER (MAR)

TRADUTOR