QUEM SOU

Esse Blogue surgiu no coração de DEUS para o meu coração , foi um presente na minha vida , digamos que em uma fase de muitas adversidades em que eu estava passando e que nunca estaria escrevendo ou pelo menos pensando na possibilidade. Ele abrange tantas coisas, as nossas dúvidas,anseios,medos,mas beleza física,espiritual,intelectual e interior,fala de amor,de paz,de dores,de retorno,de perdão,superação....
A todas as mulheres que pensam que são fracas ai é que se tornam fortes ,porque é nesse momento que DEUS entra em ação com uma nova proposta nova de vida. A todas o meu carinho como mãe,mulher,profissional,cristã,culinária,decoradora,ambientalista,artista...e acima de tudo uma mulher que foi chamada para a vida no grande intuito de ser em DEUS .... uma mulher resiliente ...
Sejam Bem Vindas(os)!!!

OBS: Todas as imagens postadas em meu blogger são extraídas da internet por favor,caso alguma tenha direitos autorais me avisem via e-mail e estarei retirando-as. marcilene_gomes@yahoo.com.br.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

MORRENDO DE MEDO




De acordo com o dicionário Aurélio, "medo é um sentimento de grande inquietação ante a noção de um perigo real ou imaginário de uma ameaça". O mais preocupante de todos os medos é o imaginário. Esse é o medo que nos leva a recuar de uma luta ou talvez nem lutar. E sem luta dificilmente se atinge o potencial. Lembrando que "potencial" está relacionado à capacidade que o indivíduo tem de criar, transformar e agir no ambiente em que vive para assim suprir suas necessidades. É como ele ser o agente que faz a ação. E o medo imaginário faz com que a pessoa não aja porque elas retratam em suas mentes o medo de algo que nem existe e acabam inibindo o corpo de lutar por seus ideais, provocando assim uma vida fracassada e cheia de dor.
O que eu observei em meus amigos foram três tipos de medo em comum: o primeiro, não diferente do meu, foi o medo das pessoas, de ser oprimido; o segundo medo foi de lutar e se decepcionar por não conseguir realizar os sonhos ou realizar e não ser o suficiente; o terceiro, foi o medo de não ser feliz nas escolhas.
Todas essas pessoas demonstraram medo imaginário, o medo estava na mente delas. O que elas não conseguem ver é que esse medo pode ser banido de suas vidas e assim atingirem seus objetivos e serem felizes com isso. Elas projetaram o negativo em vez de projetarem o positivo e formularem em seus cérebros a força necessária para motivação pessoal. É aqui que entra a terceira pergunta do início deste artigo. Como usar o medo para alcançarmos nosso potencial de realização pessoal e profissional?
Entenda que ter medo é natural, principalmente ao tomar uma decisão importante na vida. Encare isso como beber um copo de água. E ter medo também é ter proteção. “Ao fim de uma vida preenchida pelo medo, o medo que mais apavora é a ausência de medo.” Zygmunt Bauman
Não recuar diante do medo, mas encarar ele de frente. “Podemos escolher recuar em direção à segurança ou avançar em direção ao crescimento. A opção pelo crescimento tem que ser feita repetidas vezes. E o medo tem que ser superado a cada momento." Abraham Harold Maslow.
Preencha sua vida de esperança, acredite, vença suas vozes interiores negativas como: "Não vou conseguir", "Minha vida é uma tristeza", "Ninguém confia em meu potencial", "Estudar vale realmente a pena?" e preencha sua mente de vozes positivas: "Eu vou conseguir, fulano conseguiu", "Minha vida está em processo contínuo e aberto à felicidade", "Eu confio em meu potencial, confiar em mim mesmo é melhor que depender da confiança do outro".
Aceite você, não precisamos ter medo do que as pessoas acham sobre nós. Todos somos diferentes e temos opiniões que se divergem da opinião do outro.
Você precisa sonhar e acreditar em sua capacidade de realizar algo mesmo que as pessoas ao seu redor não acreditem. Você é responsável pelo seu sucesso. Você conhece a história de Muhammad Yunus? Esse homem foi o único no país dele a acreditar que podia emprestar 27 dólares para os pobres de Bangladesh, sem medo de que não iria receber de volta. Todos os gerentes dos bancos recusaram acreditar nele e nessa ideia, mas ele superou e foi o criador do microcrédito que hoje ajuda tantas pessoas. Ele é um exemplo de que vencer o medo é possível.
O medo nos alerta de algo. Ser alertado significa que temos que agir e ter coragem porque a coragem não é a ausência do medo, mas a constatação de que há algo mais importante do que o medo, parafraseando Ambrose Redmoon. Esse "algo mais importante" é nossa vida, temos que conscientemente aumentar nossa dedicação a um aprendizado, principalmente coisas fundamentais como nosso próprio crescimento
- See more at: http://familia.com.br/atinja-seu-potencial-venca-seus-medos-e-faca-o#sthash.QcE9Nda9.dpuf

TRADUTOR